Notícias

 

 

 

 

Apoios:

Programa disponível em: https://dialogostransfronteiricos.weebly.com/programa.html
De 01.04.2019 a 02.04.2019
14:30 | UNIVERSIDADE DE ÉVORA | Colégio do Espírito Santo | Sala 131
  O Centro de Investigação em Ciência Política (CICP) e o Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades (CIDEHUS) da Universidade de Évora organizam em conjunto o III Encontro da Rede Portuguesa de História Ambiental, que se realizará na cidade de Évora, entre 28 e 30 de Março de 2019. Programa disponível em: https://encontroreportha2019.weebly.com/programme.html.
De 28.03.2019 a 30.03.2019

On 13, 14 and 15 November 2019, the 2nd International Congress for Young Researchers in Middle Ages (ICYRMA) will take place at the University of Évora, Portugal.

 

De 13.11.2019 a 15.11.2019
09:00 | Colégio do Espírito Santo da Universidade de Évora
Em 12.03.2019
14:00 | Fomte dos Claustros

 

Notícia do UEline: O Menir do Patalou, no concelho de Nisa, reerguido em 2015 por uma equipa de arqueólogos da Universidade de Évora, liderada por Jorge Oliveira, professor no Departamento de História e diretor do Laboratório Pinho Monteiro da UÉ, encontra-se em processo de classificação. A anúncio foi publicado ontem, 21 de Fevereiro, em Diário da República. Com quatro metros de comprimento e cerca de sete toneladas, o Menir do Patalou, está localizado junto a uma estrada que liga Nisa à albufeira de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide, distrito de Portalegre, objeto de estudo e reabilitação em 2015, no âmbito de um protocolo entre a Universidade de Évora e a Câmara Municipal de Nisa. Os resultados dos trabalhos arqueológicos indicaram que este menir foi erguido em meados do quinto milénio antes de Cristo, tendo as primeiras comunidades neolíticas talhado, transportado e erguido para cultos à fertilidade. Em entrevista à Universidade de Évora, Jorge Oliveira, indicou que, após submeter a matéria orgânica encontrada no menir por radiocarbono, confirmou-se que “os menires são substancialmente mais antigos do que os dólmenes”, revelando-se uma descoberta de interesse internacional, considerado “um dos mais volumosos menires explicitamente fálicos da Península Ibérica”. O anúncio agora publicado é relativo ao despacho de 20 de novembro de 2018, da diretora-geral do Património Cultural, Paula Araújo da Silva, que determina a abertura do procedimento de classificação, sob proposta da Direção Regional de Cultura do Alentejo. Em 22.02.2019.

 

 
De 22.02.2019 a 04.05.2019
Em 12.03.2019
09:30 | Auditório do Colégio do Espírito Santo

 "Então não dizes nada? Como por um objeto a falar em 4 passos!", com Marta Lourenço (Universidade de Lisboa | MUNHAC Museu Nacional de História Natural e Ciência | UMAC), no âmbito do Seminário de Investigação do Programa de Doutoramento de História e Filosofia da Ciência - Museologia, da Universidade de Évora

Entrada livre

Em 25.01.2019
14:30 | UNIVERSIDADE DE ÉVORA |Colégio do Espírito Santo| Sala 124

 

Fotografia: Departamento de História

De 08.12.2018 a 28.12.2018

Quintino Lopes, investigador do IHC_CEHFCi_UÉ, recebeu o prémio para Publicações Internacionais de Jovens Investigadores da Associação Portuguesa de História Económica e Social (APHES), pelo artigo “The National Education Board (1929-36) and scientific research in Portugal“, publicado em 2017 no Portuguese Journal of Social Science.

Publicado em 20.11.2018