LANÇAMENTO | AUTOBIOGRAFIA DO VERMELHO, de Anne Carson

Lançamento de AUTOBIOGRAFIA DO VERMELHO, de Anne Carson, numa tradução de João Concha e Ricardo Marques. Esta é a primeira edição em português desta obra de Anne Carson, bem como o primeiro livro da autora a ser publicado entre nós.

Com apresentação de Patrícia Taborda e Susana Pires

“Gerião sentou-se na cama do seu quarto de hotel pensando nas fendas e aberturas da sua vida interior. Pode acontecer que a saída do vulcão esteja bloqueada por um pedregulho, forçando a matéria fluída a escorrer para os lados em fissuras laterais chamadas de lábios de fogo pelos vulcanólogos. Mas Gerião não queria tornar-se numa dessas pessoas que só pensam na sua bagagem de dor.Curvou-se de joelhos sobre o livro"


Problemas Filosóficos.
‘… Nunca saberei como vês o vermelho e nunca saberás como eu o vejo. Mas esta separação da consciência é só reconhecida após uma falha na comunicação, e o nosso primeiro movimento é o de acreditar num ser indivisível entre nós…’


À medida que Gerião lia ia sentindo algo como toneladas de magma negro emergindo das regiões mais profundas do seu corpo. Voltou a olhar o início da página e recomeçou.
‘Negar a existência do vermelho é negar a existência do mistério. A alma que assim o faz irá um dia enlouquecer.’”  AC

Este será o oitavo livro da Traditore, colecção de traduções de poesia e prosa poética da ‘não (edições)’. Nesta colecção são editados autores muito diversos com particular atenção a obras ainda não traduzidas em português.

 

Organização: não (edições)
De 03.11.2017 a 03.11.2017
18:30 | BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL | Lisboa