História: Mudança e Continuidade num Mundo Global (Inter-Universitário - PIUDhist)

duração: 8 semestres
240 ECTS (48 obrigatórios e 12 optativos em UCS; )
data de acreditação: 12/12/2013
prazo de acreditação(anos): 6
Cód. Par Estabelecimento/DGES: /9341

Apresentação

O PIUDHist é um programa de doutoramento inter-universitário em História, através de protocolo estabelecido entre quatro instituições universitárias portuguesas: Universidade de Lisboa através do Instituto de Ciências Sociais e da Faculdade de Letras; ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa; Universidade Católica Portuguesa  Universidade de Évora através do Departamento de História, IIFA e CIDEHUS.O PIUDHist constitui um doutoramento em História, sem qualquer menção de especialidade.
Tem quatro eixos temáticos principais: Dinâmicas Sociais e Estruturas Políticas; Instituições e Desenvolvimento Económico; Impérios, Colonialismo e Pós-colonialismo;Movimentos Intelectuais e Sócio-culturais. Visa garantir formação avançada em história, mediante conhecimento de desenvolvimentos recentes nos principais domínios historiográficos;pe possibilitar o confronto entre perspetivas metodológicas distintas no entendimento dos objetos históricos; abrir a interpretação dos objetos históricos às contribuições proporcionadas por diferentes ciências sociais; explorar a dimensão comparativa de fenómenos históricos complexos;fornecer ferramentas conceptuais e metodológicas adequadas a projetos de pesquisa histórica; promover o contato dos estudantes com a comunidade historiográfica internacional, fomentando a participação em seminários e conferências de especialidade;incentivar a participação dos estudantes em projetos e redes de investigação associados aos seus temas de dissertação.

Saídas Profissionais

Os conteúdos programáticos e as competências desenvolvidas no Doutoramento Interuniversitário em História – PIUDHist - qualificam os estudantes para se inserirem em meios profissionais que ultrapassam largamente as tradicionais profissões associadas à História. É nossa convicção que as competências de análise e de discussão crítica aliadas à capacidade de perspetivação da realidade na sua complexidade converterão os estudantes em profissionais capazes de equacionar os problemas particulares na sua relação com um mundo em permanente mudança e com contornos globais. Ou seja, formam-se profissionais competentes e cidadãos participativos capazes de se inserirem em instituições de ensino superior e de investigação científica nacionais e estrangeiras; instituições locais, regionais, nacionais e internacionais de cultura; instituições de administração científica e de decisão política, nacionais e internacionais; comunicação social; novas indústrias criativas e empresas culturais e de produção de conteúdos; corpo diplomático.

Adjunto(s)

Hermínia Vasconcelos Vilar

Gestor Académico

Isaura Quintas Paulino

Teses Concluídas

Clique aqui.